FUTURO conta mais um Viveiro na EB do Cadavão

FUTURO conta mais um Viveiro na EB do Cadavão

IMG_5509A Escola Básica do Cadavão, Vila Nova de Gaia, aderiu à Rede de Escolas do FUTURO com o objetivo de criar um viveiro de espécies nativas e como tal, depois de todo o material recolhido no Viveiro Municipal do Porto e depois de alguns meses em que  toda a comunidade escolar juntou esforços para reunir as embalagens de sumo e leite necessárias para a sementeira, o dia 4 de fevereiro foi o grande dia! Todos os alunos da EB1 e Jardim de Infância juntaram-se na horta biológica da sua escola. Todos tinham uma tarefa muito importante! Contribuir para a reflorestação do nosso país e mais concretamente da Área Metropolitana do Porto. Para isso foram semeadas duas espécies de carvalho (negral e alvarinho) e medronheiros. O substrato foi cuidadosamente colocado nas embalagens e os alunos fizeram depois a sua sementeira. “Agora estão ansiosos para que as árvores comecem a nascer. Todos os alunos sentiram-se orgulhosos por participarem nesta iniciativa tão importante para a preservação de espécies e reflorestação do nosso país.”

Texto adaptado do original da Professora Rosa Oliveira

Parabéns a tod@s! FOTOS | Créditos: ©2016|RosaOliveira

A Rede de Escolas do FUTURO é uma iniciativa do CRE.Porto no âmbito do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto. É promovida pela Área Metropolitana do Porto e Universidade Católica Portuguesa, sendo apoiada pela Lipor – Serviço Intermunicipalizado de Tratamento de Resíduos do Grande Porto e EDP Gás. Colabora o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e os Municípios de Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Paredes, Porto, Póvoa de Varzim, S. João da Madeira, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia.

2016-11-25T15:51:12+00:005 Abril, 2016|rede de escolas do futuro 2015/16|

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.