Um fevereiro atarefado no viveiro do FUTURO

Um fevereiro atarefado no viveiro do FUTURO

Como já tem sido habitual, o Viveiro de Árvores e Arbustos Autóctones do FUTURO (Viveiro Municipal do Porto) tem contado com a feliz colaboração e disponibilidade de um grande leque de voluntários. No entanto, o mês de fevereiro foi particularmente (e felizmente) repleto de atividades que trouxeram um total de 117 voluntários no decorrer de 6 atividades!

Ao longo de fevereiro, contamos com a participação já habitual dos estudantes da VO.U pela Natureza que trazem sempre diversidade, boa disposição e muita força de vontade. Apesar da maioria dos alunos serem portugueses, este mês tivemos a colaboração da Katarzyna, que está em Portugal a participar num projeto internacional de voluntariado. A Sílvia juntou-se também a nós pela primeira vez, mas outras presenças já são habituais, como a Mafalda, o Pedro, o Francisco e o Thyago. Apesar de morar em Santo Tirso, o Francisco está a estudar em Lisboa e aproveitou o intervalo da época de exames para dar uma ajuda na preparação das sementeiras, contagens de plântulas e envasamentos, as principais tarefas que estivemos a realizar durante este mês.

Os alunos da CASO continuam igualmente a marcar uma presença importante, bem como os quase “residentes” voluntários do FUTURO 🙂

Em dois momentos muito particulares, tivemos ainda a colaboração do grupo das Águas de Douro e Paiva e Simdouro, bem como dos participantes da iniciativa Ambiente em Família. Outro momento importante neste mês, foi o inicio da colaboração do Vitor Parati, voluntário há muitos anos do projeto FUTURO, no trabalho regular do nosso Viveiro. Sem dúvida que a sua ajuda vai ser fundamental em todas as tarefas que esta época nos irá trazer!

As atividades do mês de fevereiro foram várias, mas centraram-se nas sementeiras. Foram lançadas à terra cerca de 7.300 sementes de 3 espécies diferentes: murta (Myrtus comunnis), jasmineiro-do-monte (Jasminum fruticans) e cipreste (Cupressus sempervirens). Houve ainda necessidade de envasar plantas para que estas se possam continuar a desenvolver corretamente.

Segue-se um mês de março igualmente preenchido de atividades que, seguramente irá trazer novas caras ao nosso Viveiro!

Obrigada a tod@s!

FOTOS | Créditos: ©2018CREPorto.ampereira

Sessão dia 9 de fevereiro; Sessão dia 16 de fevereiro ; Sessão dia 22 de fevereiro ; Sessão dia 23 de fevereiro

O Viveiro de Árvores e Arbustos Autóctones do FUTURO é uma parceria entre o CRE.Porto, a Câmara Municipal do Porto, o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas. Conta com o apoio da Lipor – Serviço Intermunicipalizado de Tratamento de Resíduos da Região Porto, da Silvapor – Ambiente e Inovação, da Leal & Soares e do projeto Sementes de Portugal. O Viveiro está licenciado pelo ICNF como fornecedor de materiais florestais de reprodução.

 

2018-03-12T14:44:45+00:0012 Março, 2018|viveiro do futuro|
A carregar entidades...