LIPOR e SIRO apoiam a produção de 30.000 árvores nativas no Viveiro do FUTURO

LIPOR e SIRO apoiam a produção de 30.000 árvores nativas no Viveiro do FUTURO

img_4882Este ano a meta de produção no Viveiro de Árvores e Arbustos do FUTURO é de 30.000 árvores e arbustos nativos, de mais de 20 espécies. Para isso será necessário ‘lançar à terra’ mais de 60.000 sementes. Ou melhor, será necessário lançar no substrato florestal SIRO essas 60.000 sementes 🙂

Este ano a LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto – e a Leal & Soares S.A. (SIRO), oferecem ao FUTURO o substrato necessário: nada mais nada menos que 25.000 litros.

Um parte deste substrato irá ser partilhado com as equipas da Rede de Escolas do FUTURO. No total, ao Viveiro do FUTURO somar-se-ão mais 33 Viveiros Escolares dispersos pela região, onde se produzirão cerca de 5.000 murtas, jasmineiros-do-monte e sobreiros que irão igualmente ser usados nas ações de reabilitação ecológica em curso na região no âmbito do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto.

 

liporA LIPOR é responsável pela gestão, valorização e tratamento dos Resíduos Urbanos produzidos por oito municípios da região do Porto e desenvolve inúmeros projetos de educação ambiental para e com a comunidade. No âmbito da sua estratégia de biodiversidade, a LIPOR apoia o projeto FUTURO de distintas formas: colaboração em atividades de plantação e manutenção; materiais para a produção em Viveiro; colaboração das suas equipas nos trabalhos da Rede de Escolas do FUTURO; acolhimento das árvores e arbustos atribuídos pelo Programa Floresta Comum numa plataforma de receção e redistribuição para a região e  ainda um Programa de Manutenção de Áreas do FUTURO que inclui a manutenção a quatro anos de 20 hectares de áreas do FUTURO em vários Municípios.

siroA Leal & Soares S.A. gere a marca SIRO – Sistemas Integrados de Reciclagem Orgânica, especialista em nutrição e proteção vegetal. No mercado desde 1990, tem atualmente a certificação FSC ® e trabalha na área da compostagem de resíduos florestais para a produção de substratos e compostos orgânicos.

O Viveiro de Árvores e Arbustos Autóctones do FUTURO é possível graças à inestimável colaboração da Câmara Municipal do Porto, que cede recursos do Viveiro Municipal do Porto e investe na produção das plantas, bem como do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas. No Viveiro do FUTURO já foram produzidas mais 40.000 árvores e arbustos nativos nos últimos dois anos. Cerca de 20.000 estão ainda em fase de germinação.

Guardar

Guardar

Guardar

2016-12-02T12:10:24+00:002 Dezembro, 2016|viveiro do futuro|

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

A carregar entidades...