Viveiro do Leça: as primeiras plantas de 2019

Viveiro do Leça: as primeiras plantas de 2019

No passado 17 de dezembro cinco voluntários dedicaram a sua manhã a semear pequenas sementes de pilriteiro (Crataegus monogyna) que, após um ano em tratamentos pré-germinativos, estavam agora prontas a ser colocadas na terra. Passados 31 dias as pequenas plântulas de pilriteiro começaram a surgir entre os vários tabuleiros, dando as boas-vindas a 2019!

Através da inscrição na bolsa de voluntariado do Viveiro do Vale do Leça, várias pessoas têm colaborado nas tarefas de propagação de plantas neste espaço. Na última ação do mês de dezembro conhecemos alguns voluntários pela primeira vez, como o Rui, a Rita e a Matilde. O Hélder e Ana são já colaboradores habituais do Viveiro mas mesmo assim ficaram surpresos com a forma de semear as pequenas e (ainda) rijas sementes! Esta foi sem dúvida uma tarefa que exigiu concentração e alguma serenidade. No final da manhã foram semeados mais de 1.000 sementes!

Com o novo ano de 2019, os pequenos pilriteiros começaram a germinar e após quase um mês é possível contar mais 100 pequenas plântulas! Ainda há muitas para nascer, mas este é já um excelente sinal de vitalidade!

Obrigada a tod@s!

FOTOS 17 de dezembro| ©2018CREPorto.ampereira

O Viveiro do Leça é uma das componentes essenciais do Centro de Recuperação Paisagística do Vale do Leça. Este Centro contribui para os objetivos do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto e está a ser promovido pelo Município de Matosinhos em parceria com a equipa do CRE.Porto.

 

2019-01-30T09:31:37+00:0029 Janeiro, 2019|Viveiro do Leça|
A carregar entidades...