No Viveiro do Leça já crescem pequenos azereiros

No Viveiro do Leça já crescem pequenos azereiros

No passado dia 27 de abril os voluntários do Viveiro do Leça regressaram para ajudar a semear uma das espécies mais particulares e raras da nossa flora, o azereiro (Prunus lusitanica).

O azereiro é uma espécie rara que leva consigo o nome de Portugal, esteja onde estiver e fale-se o idioma que se falar. Em inglês designa-se “Portuguese Laurel”, em italiano “Lauro Portoghese”, “Portugiesische Kirschlorbeer” em alemão, “Laurier du Portugal” para os franceses, “Llorer-cirer de Portugal” para os catalães e “Loureiro de Portugal” para os galegos. Até mesmo em Basco se consegue compreender que “Portugal erramua” é algo que tem que ver com o nosso país (descubra um pouco mais sobre esta espécie AQUI.). Dado ser uma espécie bem adaptada a zonas húmidas e correntes de água, será uma espécie extremamente útil para cumprir os propósitos do Centro de Recuperação Paisagística do Vale do Leça.

Após cerca de 100 dias em tratamentos pré germinativos as sementes desta espécie começaram a despertar e estava na altura certa para irem para a terra. Com a ajuda das voluntárias Ana e Andreia, e a equipa do Município de Matosinhos, conseguimos semear quase 900 pequenas sementes. Nessa mesma manhã podemos ainda dar inicio à passagem dos tabuleiros de lódãos (Celtis australis) e bordos (Acer pseudoplatanus) que estando já bem crescidos, para o exterior do viveiro. Com este processo de aclimatização pretende-se que as plantas comecem a tolerar melhor a luz direta, o vento, entre todas as diferentes condições meteorológicas que irão encontrar no futuro, quando forem plantadas nos seus locais definitivos.

Nas próximas semanas iremos continuar os trabalhos no Viveiro do Leça, com diferentes tarefas e mais sementeiras. 🙂

Se tiver interesse em aprender e colaborar connosco nesta missão ainda vai a tempo de se inscrever na Bolsa de Voluntários do Viveiro do Leça. 

 

Obrigada a tod@s e até breve!

FOTOS | 2018CREPorto.ampereira

 

Centro de Recuperação Paisagística do Vale do Leça contribui para os objetivos do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto e está a ser desenvolvido em parceria com a equipa do CRE.Porto.

2018-05-10T10:59:12+00:0010 Maio, 2018|Viveiro do Leça|