No dia em que celebramos a Restauração da Independência, regressámos a Sobreira, a primeira área FUTURO no Município de Paredes, para concluir a plantação iniciada no passado dia 27 de novembro.

A manhã começou chuvosa, contudo não desanimou os 24 Voluntários, vindos de diferentes locais da AMP, que se juntaram para plantar os 194 medronheiros (Arbutus unedo) que faltavam para a meta de 506 plantas.

No começo dos trabalhos, apesar dos Voluntários virem preparados com impermeáveis, a chuva deu tréguas e permitiu uma manhã de trabalho produtiva, pois cumpriu-se com a meta desta primeira grande ação de plantação. A chuva só voltou na despedida, simbolicamente encerrando a ação promovida e a consolidar o trabalho dos Voluntários, regando o novo bosque nativo que cresce em pleno monte na Sobreira, Paredes.

Muito obrigad@ a tod@ pela dedicação à floresta nativa da nossa região!

FOTOS | ©2021CRE.Porto.amourao; ©2021CRE.Porto.malmeida

Esta ação foi desenvolvida no âmbito do FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto, organizada pela Câmara Municipal de Paredes, a Junta de Freguesia da Sobreira e o CRE.Porto. O CRE.Porto é uma rede de educação-ação para a sustentabilidade liderada pela Universidade Católica Portuguesa – Porto e pela Área Metropolitana do Porto. As árvores (todas nativas) foram fornecidas pelo Viveiro de Árvores e Arbustos Autóctones do FUTURO.