Freixo [Fraxinus sp.]

Freixo [Fraxinus sp.] 2016-11-25T15:54:02+00:00

Project Description

O Freixo (Fraxinus sp.) tem na Pensinsula Ibérica 3 espécies: F. excelsior (apenas no norte), F. ornus (no mediterrâneo) e F. angustifolia (no resto da península). A espécie que estamos a plantar no âmbito do FUTURO é principalmente F. angustifolia, embora alguns exemplares de F. excelsior também tenham sido plantados na nossa região.

É uma árvore que prefere solos húmidos (embora possa suportar sequia graças ao seu extenso sistema radicular) e que pode viver até 300 anos, atingindo alturas que podem chegar até aos 35 m.

Fraxinus deriva do grego frassein, que significa separação. Crê-se que este nome resulta do facto de ser uma árvore frequentemente usada para fazer separação e delimitação de espaços. E por falar na Grécia, na mitologia grega o freixo era governado pelo deus Poseidón, deus primitivo da vegetação. E um grego, Dioscórides (séc. I), escreve sobre as propriedades do sumo de freixo na cura de mordeduras de víbora.

O freixo é uma espécie muito popular na mitologia escandinava e germânica. A árvore cósmica para estes povos – Yggdasril – era um freixo: os seus ramos estendiam-se por toda a superfície da terra, o seu ápice ascendia até ao paraíso e as suas raizes fundiam-se no coração da Terra. O deus que se ocupava do governo da Terra – Odin- colocava-se sob a copa de Yggdasril para tomar as decisões importantes.Era auxiliado nesta tarefa por vários animais: um par de corvos, uma águia, um abutre e um esquilo. O esquilo corria incessantemente entre a águia – pousada na copa da árvore – e o ouvido de Odin, contando a este em segredo todas as informações úteis trazidas pela ave, que com o seu olhar de longo alcance conseguia ver o que se passava em todo o universo.

Mais uma curiosidade: os druídas (sacerdotes) celtas invocavam o freixo em tempos de seca e pediam chuva, mas não uma chuva qualquer. O freixo tinha o mérito de trazer uma chuva mansa.

A madeira do freixo desde sempre foi muito valorizada pois é muito elástica, sólida e tenaz. Era usada para elaboração de ferramentas, carroças, e ainda é usada para fabricação de acessórios desportivos (suporta vibrações e choques repetidos).

Reza a lenda nórdica que a primeira poesia escrita foi registada sobre tábuas de freixo por Kvasir, o mestre das Runas.

Texto: Marta Pinto | Foto: Marta Pinto

Bibliografia:
Anónimo. Diccionario de Dicionarios . Corpus lexicográfico da lingua galega. Seminario de Lingüística Informática da Universidade de Vigo(http://sli.uvigo.es/ddd/ddd_pescuda.php?pescuda=amieiro&tipo_busca=lema consultado em 15 de Outubro 2014))Moralejo, J.J. 2010. Topónimos célticos en Galicia. Serta Palaeohispanica J.

Características

  • Altura : Normalmente até 20m. Pode chegar aos 35m.
  • Fruto : Sâmaras em grupos, amarelas.
  • Habitat : Em bosques caducifólios, margens de cursos de água, planícies aluviais e lameiros.